sexta-feira, 6 de setembro de 2013

Microsoft não esperava reações tão negativas sobre suas antigas DRMs


Você certamente se recorda das primeiras notícias acerca das condições de aquisição e compartilhamento de jogos por parte dos futuros donos do Xbox One. Pois depois de ouvir o que a comunidade gamer teve a dizer sobre as contundentes políticas de DRM anunciadas, a Microsoft fez uma revisão completa de toda sua estratégia de vendas.
“Se eu pudesse voltar no tempo e refazer algo, esta seria a única coisa”, confessou Albert Penello, produtor de planejamento da Microsoft, em entrevista ao canal Rev3Games. Penello refere-se às primeiras condições de aquisição de games estabelecidas pela desenvolvedora do Xbox One que, na opinião dele, foram “mal interpretadas”.
“Acredito que, com o tempo, as pessoas entenderiam as nossas intenções, e estou certo de que isso foi notado por alguns fãs”, disse o produtor. O principal problema, ainda conforme sugerido pelo entrevistado, foi a maneira com que todos entenderam as findadas políticas das DRMs do Xbox One.
“As pessoas colocaram em suas cabeças que estávamos tentando fazer algo demoníaco ou ‘que fosse contra o consumidor’ quando, de fato, estávamos avaliando como o Steam funciona e analisando o que o iOS estava prestes a fazer”, esclareceu Penello. “Estávamos olhando para os consumidores e dizendo: ‘acho que, na realidade, podemos fornecer uma melhor experiência ‘em ambiente digital”, pontuou o executivo em menção à “all-digital-experience”.
Uma surpresa e tanto
“Então fiquei surpreso sobre reações [às DRMs]? Não. Digo, sabíamos que essa era uma decisão controversa. E fiquei surpreso sobre o quão negativa foi a reação? Sim”, comentou Penello. Na opinião do produtor, uma estante mundial absolutamente digital vai, invariavelmente, existir. “Os discos estão sendo deixados de lado. Acho que qualquer coisa que pensamos vai ‘acabar sendo notado pelo’ cliente em breve”, comentou também o funcionário da Microsoft.



Nenhum comentário:

Postar um comentário