segunda-feira, 9 de setembro de 2013

Xbox One será lucrativo no lançamento, diz Microsoft

O Xbox One não vai dar prejuízo à Microsoft, diz executivo
O gerente de marketing da Microsoft para o Xbox, Yusuf Mehdi, disse durante uma conferência da Citi Global Technology que cada venda de um Xbox One cobrirá o seu valor de produção, no mínimo.
"A estratégia continuará, que é que nós queremos cobrir o custo de produção ou ter uma pequena margem de lucro [com o Xbox One] e então ganhar dinheiro vendendo mais jogos, o serviço Xbox Live e outras capacidades em cima disso", disse Mehdi.
"E quando pudermos reduzir o custo de nosso console, como fizemos com o Xbox 360, faremos isso para continuar a redução de preço e ficarmos ainda mais competitivos em nossa oferta".
Vale observar, a Microsoft não teve lucros com o Xbox 360 ou mesmo o Xbox original em seus respectivos lançamentos - os custos de produção eram superiores aos preços de venda dos consoles.
Transição de gerações
Mehdi também falou sobre o Xbox 360, dizendo que o console terá mais três anos de suporte e mais de 100 novos jogos lançados para ele nesse período.
"Se você olhar para o 360, essa plataforma durou de sete a oito anos e continuará por mais três anos. É incrivelmente lucrativa agora no fim da linha [venda para o consumidor]".
"Vamos continuar investindo no Xbox 360 e os dois consoles podem trabalhar em sintonia. Então não é como se no dia em que lançarmos o Xbox One o seu 360 não vá funcionar. Vamos continuar dando suporte a ele", disse Mehdi.
Números
Sobre a Xbox Live, Mehdi comentou:
"Vemos nosso serviço de assinatura Xbox Live continuando a crescer. Estamos com 48 milhões de membros agora. Estamos vendendo mais jogos do que nunca. Essas são coisas que vejo para dizer, 'ei, podemos crescer não apenas nossas vendas, mas também os lucros'".
O Xbox One chega ao Brasil em 22 de novembro, com preço sugerido de R$ 2200.


Nenhum comentário:

Postar um comentário