domingo, 13 de outubro de 2013

Sony: “O PlayStation 4 é uma marca, não apenas uma caixa”

Fonte da imagem: Divulgação/Sony
Embora seja uma consideração razoável, muita gente torceu o nariz quando o criador de Tekken, Katsuhiro Harada, afirmou que via o PlayStation 5 mais como um serviço do que como um console. Bem, agora é a vez de alguém da própria Sony endossar a previsão. “Nós vemos o PlayStation como uma marca, não apenas como uma caixa”, disse o chefão da Sony no Reino Unido, Fergal Gara, em entrevista à Revista Oficial do PlayStation.
E ele continua: “Mesmo em 2013 e, mais seguramente, em 2014, 2015, 2016 e 2017, nós começaremos a ver o PlayStation 4 como uma marca e como um serviço — um conjunto de serviços, um conjunto de experiências”.
Muitas experiências além do PS4
Embora admita que, no momento, o produto PlayStation 4 represente o “pináculo” do que a Sony pode oferecer em termos de experiência, Gara afirma que deve haver muito mais — o que se deve notar pela aquisição do Gaikai e pela possibilidade de integrar a funcionalidade de TV ao PlayStation Vita.
Fonte da imagem: Divulgação/Sony
“Há muitas peças aqui que realmente apontam para aquela direção”, disse o executivo à referida publicação. “Trata-se da experiência do PlayStation em aparelhos, alguns da Sony e outros não fabricados pela Sony, algo que deve ocorrer.”
Segundo Gara, o PlayStation é mais um “ecossistema” do que um aparelho isolado hoje, com um cenário notavelmente diferente daquele de 1995, em que ainda “se tratava de uma caixa”. Enfim, considerando as estratégias adotadas não apenas pela Sony, mas também pela Microsoft, é de se esperar que, de fato, no futuro existam mais marcas do que aparelhos eletrônicos específicos.
Fonte: Revista Oficial do PlayStation

Nenhum comentário:

Postar um comentário